A LCR alerta para e-mails falsos

Órgão alerta internautas quanto ao recebimento de cobranças falsas, que buscam obter dados para fraudes eletrônicas.

Imagine o seguinte cenário: você caiu na malha fina e anda preocupado em regularizar sua situação para poder declarar o Imposto de Renda neste ano sem nenhuma pendência. Eis que, ao checar sua caixa de mensagens na internet, nota o recebimento de um e-mail, supostamente enviado pela Receita Federal, informando que se você não clicar em determinado link ou enviar seus dados, para resolver sua situação, sofrerá uma severa multa imediatamente.

De fato, fica difícil não se assustar com um e-mail tão ameaçador. Prova disso são as diversas ligações e visitas que a Receita de Fortaleza recebe mensalmente de contribuintes que querem confirmar a procedência de tais mensagens eletrônicas. O órgão, porém, ressalta que não envia nenhum requerimento via e-mail, salvo quando devidamente autorizado pelo receptor.

Trata-se de uma tentativa de fraude efetuada por quadrilhas especializadas. A melhor dica que posso dá para os contribuintes nessa época que antecede a declaração é a seguinte: exclua qualquer e-mail que diz ter sido enviado pela Receita.

Apesar de reconhecer que os e-mails aparentam autenticidade – a mensagem leva os timbres do Governo Federal, do Ministério da Fazenda e da Receita Federal -, um pouco de cuidado por parte dos contribuintes já é o suficiente para reconhecer a tentativa de fraude. As pessoas devem desconfiar se o e-mail pedir para você clicar em um link ou fazer o download de algum arquivo. A Receita não faz isso.
Evitando fraudes

Mesmo para os usuários já familiarizados com os recursos do e-mail, é difícil evitar completamente o recebimento de mensagens que buscam dados para fins ilícitos. É bom ter mais de um e-mail, assim como desconfiar de qualquer mensagem oriunda do judiciário, que não se comunica assim. Se um mesmo remetente insistir com mensagens virais, não titubeie em bloqueá-lo de sua conta.

Artigo original em "Fenacon"